Notícias, artigos e novidades para você


Transtorno Ansioso: um forte inimigo no ambiente de trabalho


A ansiedade deixa de ser uma sensação normal e passa a ser Transtorno Ansioso a partir do momento em que traz prejuízos para o funcionamento do indivíduo e o impede de executar suas atividades.


Segundo estudos, doenças mentais afetam diretamente a produção do trabalhador. Dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde em 2017 apontam que 3,6% da população mundial possui algum tipo de Transtorno Ansioso. O Brasil está em primeiro lugar com 9,3% dos cidadãos afetados. O número assusta, já que é três vezes maior que a média mundial. Ainda de acordo com o estudo da OMS, transtornos mentais causam perda econômica de 1 trilhão de dólares por ano.


Muitos dos casos de Transtorno Ansioso nascem no próprio ambiente de trabalho, a partir da cobrança por resultados perfeitos em um curto período de tempo. Os índices do desemprego cada vez maiores nos últimos anos também ajudam a entender o crescente aumento no número de casos de Transtorno Ansioso. Cada vez mais cobrados e com mais medo da demissão, trabalhadores se esforçam para manter o cargo e não fazer parte da estatística.


Psicólogos ressaltam que transtornos psiquiátricos não têm cura, porém existem tratamentos para mantê-los sob controle. Na maioria dos casos, para controlar a ansiedade, além do tratamento medicamentoso quando necessário, eles recomendam atividades de lazer, atividades físicas regulares e uma boa alimentação, evitando comidas estimulantes como as que contém cafeína. Além disso, recomendam também meditação, técnicas de respiração, relaxamento corporal e pequenas pausas durante o trabalho para liberar o estresse.


Fonte: Esquina Online